Equipe do Laboratório de Imunogenética do HG participa da Conferência de Transplante Renal

A Equipe do Laboratório de Imunogenética e Biologia Molecular do Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá, irá participar da Conferência de Transplante Renal: ‘Desafios e oportunidades para a nova realidade de Mato Grosso’, que acontece nesta terça-feira (20.08), no auditório do Hospital Santa Rosa. 

A responsável técnica, Dra. Flávia Silvestre irá ministrar uma palestra com o tema ‘Alocação de Rins: Otimizando os recursos da Imunogenética’, que visa mostrar a importância dos exames de alta complexidade em imunogenética nos transplantes renais. 

Dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia indicam que 10 milhões de brasileiros sofram de alguma disfunção renal. O correto funcionamento do nosso organismo depende muito da capacidade que os rins têm de filtrar o sangue, excretando toxinas e retendo aquelas que fazem parte do sistema metabólico. Os rins são ainda responsáveis pelo controle da quantidade de sal e água no corpo, pela produção de hormônios que evitam anemia e doenças ósseas e ajudam a regular a pressão arterial.

Flávia destaca que o Laboratório de Imunogenética do Hospital Geral é referência para muitas instituições, prestando serviços para o INCA/RJ e laboratórios de outros estados, como por exemplo, Mato Grosso do Sul, Pará, Brasília, Espírito Santo e Bahia.  “Nosso complexo laboratorial possui certificado de qualidade ‘Excelente’ reconhecida pela Associação Brasileira de Histocompatibilidade (ABH), onde seguimos os mais minuciosos padrões de qualidade”, afirma a doutora. 

Neste momento de retomada dos transplantes renais em nosso Estado, o laboratório tem papel fundamental na realização dos exames de compatibilidade genética e monitoramento dos anticorpos dos receptores.

História
O Laboratório de Imunogenética e Biologia Molecular do Hospital Geral foi fundado em 2006 e habilitado perante o Sistema Nacional de Transplantes do Ministério da Saúde para atender toda a demanda da população mato-grossense com testes moleculares precisos e específicos. Os exames tem um alto grau de confiabilidade e custos acessíveis.
Dentre os exames realizados no HG, destacamos os testes de alta complexidade em imunogenética de transplantes renais e de medula óssea, com metodologia moderna e que possibilita aos pacientes um diagnóstico mais preciso, sensível e definitivo.

Exames Histocompatibilidade
• PROVA-CRUZADA (Cross-match)
• PRA (Avaliação de Reatividade Contra Painel);
• TIPAGEM HLA DE 1ª, 2ª e 3ª fases.

Exames realizados de 2006 a 2019
Prova cruzada: 894
PRA hiper: 27
PRA CLI e II: 4.136
Pacientes Renais cadastrados no laboratório: 1.575.

Fonte: Soraya Medeiros

Convênios

Newsletter

CADASTRE-SE E RECEBA ARTIGOS E NOTÍCIAS SOBRE O HOSPITAL, SAÚDE E BEM-ESTAR.